Palavras de origem africana

Decidi criar uma série sobre as palavras da língua portuguesa de origem africana, mais especificamente as de étimo banto. Por quê, meu deus, eu vou criar uma série sobre isso? Porque eu acho um tema muito empolgante!! Você também não acha?

A série vai apresentar, a cada edição, alguma palavra que você provavelmente usa por aí, impunemente, sem louvar seus ancestrais africanos que a criaram, porque possivelmente não sabia dessa origem.

A minha fonte vai ser quase que exclusivamente o Novo dicionário banto do Brasil, do Nei Lopes. Acho que é o único trabalho sério sobre isso no mundo. Houve autores, como o Antenor Nascentes, que chegaram a considerar em seus dicionários etimológicos as línguas africanas, mas, até onde sei, ninguém havia feito uma pesquisa unicamente sobre isso (no caso do Nei, só com as línguas bantas). O Nei foi a todos esses dicionários, recolheu as propostas, avalizou muitas, modificou outras tantas, e, o mais importante e impressionante, trouxe mais um monte. É pesquisa de uma vida inteira. Tiremos os nosso chapéus.

E, por mais que eu ache desnecessário que outrem, algures e alhures venha legitimar esse trabalho feito por um sambista (porque os filólogos nunca deram a devida atenção ao tema e quase nada sabiam sobre isso), é muito legal saber que o Houaiss incluiu em seus verbetes mais de 250 propostas etimológicas desse dicionário. Na verdade não acho desnecessária essa legitimação, não – acho fundamental. Foi só pra dar uma espezinhada.

E a palavrinha do dia é:

lengalenga

Segundo o dicionário do Nei, “s. f. Conversa, narrativa ou discurso enfadonho. Do umbundo lenga-lenga, gemer repetidamente. 1) No quicongo, ndenga-ndenga, lentidão, derivado de de lènga, permanecer, durar muito tempo; que não acaba mais; 2) no suaíle, lengalenga, estar prestes a chorar; 3) no quimbundo, kuia ni kulenga-lenga, estar a esquivar-se. Nascentes vê origem expressiva.”

E aí? Você fica com o Nei ou com o Nascentes?

E agora vamos brincar de fazer frases com a palavrinha cujo étimo acabamos de aprender. Eu começo:

Para de lengalenga e vai logo comprar o dicionário do Nei Lopes!

atualização:

Logo depois que escrevi esse post, fui ao Houaiss ver se eles consideram essa etimologia proposta pelo Nei. E várias coisas curiosas. Primeiro, eles não consideram. E, pior, ficam com a do Nascentes. Mas a contradição maior vem agora: eles colocam que o uso do termo é “regionalismo”, concentrado apenas nos seguintes lugares, veja bem: Brasil, Angola, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique. Ou seja, já que Portugal não está na rota da nossa querida “lengalenga”, tornou-se regionalismo. E não, não é que seja usado apenas em determinadas regiões desses países, porque quando é assim eles indicam. Mas, se você está com preguiça de pensar, vou trazer mais uma contradição nisso tudo: os caras indicam que o uso é exclusivo de países africanos e do país que recebeu o maior número de africanos no mundo… e ainda assim não consideram que é um lexema de origem africana??

Ora essa, filólogos do Houaiss, parem de lengalenga e atualizem logo o dicionário de vocês!

atualização 2:

Andaram aí pelos comentários perguntando o que é esse “de origem expressiva” de que o Nascentes fala. Em linguística, é quando se relaciona o termo a uma natureza como que interjeitiva (tipo um ‘opa’, ‘ei’, ‘psiu’), onomatopeica (‘tchibum’) ou imitativa. Ou seja, um prato cheio pra quando a gente não sabe a origem de uma palavra, né? Eu já reparei nessas minhas buscas informais que, volta e meia, está lá esse lance de “vocábulo expressivo” para palavras cuja etimologia é de línguas africanas ou indígenas, como veremos aqui ao longo da série. Acho que, no fundo, talvez nem tão fundo assim, fica evidente um grande estranhamento por parte desses filólogos para com essas línguas não-clássicas, vamos eufemizar assim, e, pior, uma absoluta falta de pudor e cuidado ao classificá-las dessa forma. Acho que tem aquele pensamento de que é língua de gente bárbara, e que portanto não articula sentenças semantica e sintaticamente bem resolvidas, ficando, no mais das vezes, no nível da expressão dos sentimentos, aquela coisa do grito primitivo, e por isso a profusão de “vocábulos expressivos”.

Sentiram o clima, leitores? Este blog é coisa séria e não dá mole pra lengalenga!

(Clique aqui para ver toda a série sobre as palavras de origem africana.)

About these ads

11 Responses to “Palavras de origem africana”


  1. 1 João Vicente 20/07/2009 às 04:02

    Meu camarada, beleza? Estamos aí. Entrei, ainda sob os efeitos da cana do fim de semana. Foi muita! Legal a iniciativa. Depois entro com mais calma, para ter o privilégio da leitura em vosso blog. Nos comunicamos. Abraço, fica na paz!

    João Vicente

  2. 2 Rafael Cesar 20/07/2009 às 10:01

    Irmão, sinta-se em casa, que aqui ninguém vai reclamar do seu bafo de cana! Abraço!

  3. 3 Rafael Cesar 20/07/2009 às 09:03

    Só não vale mijar fora da latrina, valeu?

  4. 4 Luis Felipe Cesar 20/07/2009 às 10:16

    Muito bom! Agora me explica de onde vem (e pra onde vai) a lesmalerda.
    Beijos do tio,
    Felipe

  5. 5 Rafael Cesar 21/07/2009 às 21:46

    ô tio, eu já perdi a lesmalerda de vista porque fiquei de lengalenga, acredita?

  6. 6 Valdir Alves 21/08/2009 às 14:13

    Olá muito bom esta iniciativa sua
    Muito Axé!!!!

  7. 7 Rafael Cesar 21/08/2009 às 16:50

    Valeu, Valdir! Fique atento, que essa série ainda vai longe. Muito axé pra ti também!

  8. 8 Sara 24/11/2009 às 14:04

    o loko….O.O
    eu akie procurando palavras e vc perdendo tempo em falar SOBRE elas?
    vai tomá banho na soda

  9. 9 Rafael Cesar 25/11/2009 às 17:20

    Ó sinhá, eu sinto muitíssimo tê-la feito perder seu tempo. Sou mesmo um negro mal criado, imprestável, inútil. Mas, como você também me fez perder o meu tempo, estamos quites, e não se fala mais nisso, ok?

  10. 11 mariaeduarda 04/06/2012 às 15:02

    eu tanbem estou estudando kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




oquê, caboco!

quando chegar a um milhão, eu fecho o blog.

  • 33,259

escreva seu e-mail no campo abaixo

Junte-se a 6 outros seguidores

quer falar comigo, ném?

meu jazz @ gmail . com

———————————————-


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: